[ editar artigo]

Coisas que você está fazendo errado no trabalho

Coisas que você está fazendo errado no trabalho

Fredy Machado, Especialista em Liderança Autêntica, mostra quais atitudes evitar no trabalho para não cair em depressão laboral.

 

Sabia que todos nós fazemos coisas erradas como uma fuga para continuar na zona de conforto? Muitas vezes utilizamos de subterfúgios como redes sociais e chats para “matar” horas chatas de trabalho? E aquela doença que inventamos após um final de semana pesado de farra?

Pois é, saiba que você não está sozinho nesta muitos são os argumentos que utilizamos para fugir de algo que não gostamos, muitos mesmo. Na Pesquisa que realizei para o meu livro existem dados que não foram parar lá, deixei guardado para divulgar à medida que o assunto fosse ganhando força e que se tornasse mais relevante para pessoas e empresas.

O dado que assusta é, perguntados se desperdiçavam tempo do seu trabalho com distrações como redes sociais chats, tomando café na área comum, descendo para fumar um cigarro dentre outros, mais de 74% dos entrevistados disseram que sim, fazem isso com frequência. Pois é, e a produtividade vai pra onde mesmo?

No meu outro artigo dei o dado de quantas horas semanais os brasileiros gastam com apenas esta distração, 10 horas em média. Eu penso que este número é bem maior, mas vamos em frente. 

As pessoas aí perguntam: e o que está errado? Onde é que eu errei? Por que agora não consigo mais voltar atrás? Bom, resolvi fazer algo que não gosto, pode parecer receita de bolo, mas não é.

Seguem algumas coisas que fazemos errado e que precisamos prestar atenção para não cair em completa depressão laboral:

 

  • Sofrer todo Domingo à tarde porque a segunda-feira está chegando;

  • Inventar alguma doença ou mal estar para não enfrentar o trabalho;

  • Exagerar na utilização de Redes Sociais e Chats durante seu horário de trabalho;

  • Fazer do seu cafezinho um momento de “matar” horas produtivas;

  • Cigarro, além de fazer mal à saúde, não o utilize para não trabalhar;

  • Atrasar demais, e sempre culpar o trânsito ou o veículo que quebrou;

  • Marcar sempre médicos no horário do trabalho para você ou para seu filho;

  • Se enganar com algo que te faz mal o tempo todo e você resiste apenas pela comodidade do salário e dos bens materiais;

  • Trabalhar em um local sem um propósito claro de existência; 

  • Não ter você mesmo um Propósito de vida bem definido.

 

Não é receita de bolo, mas são alguns pontos que identifico como sendo um alerta muito grande para todas as pessoas que estão se enganando no mercado e trabalho e que não tomam uma atitude de mudar de emprego e de vida.

Sei que isso não é fácil e que não pode ser feito de uma hora pra outra, mas porque não parar para pensar, fazer um diagnóstico claro de como está sua vida e com isso ir atrás de algo melhor para você? Isso com certeza irá refletir na sua família e na sua saúde de forma positiva.

Quando falo em integrar vida pessoal e profissional, quero dizer que, uma vez você sendo feliz dos dois lados, sua vida irá ser muito mais produtiva e deixará de usar desculpas para mover sua vida a frente. Acredite, só você pode fazer essa mudança, ninguém mais! 

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre liderança:

 

Liderança Ágil - Valorizando pessoas para atingir resultados incríveis, por Anna Elisa Mussi, Diretora do Instituto Mundo do Trabalho

Você sofre de "paralisia por análise"?, por Kiko Kislansky, co-fundador da Euzaria Moda Consciente.
 


Fredy Machado tem mais de 6 anos de estudos em Liderança pela Harvard Business School, formado em Administração de Empresas com MBA no Brasil e exterior e com vivência de mais de 25 anos como Executivo C LevelEmpreendedor Conselheiro em empresas no Brasil e exterior. 

Especialista em Liderança Autêntica, já liderou mais de 8000 pessoas e possui prêmios em seus programas de desenvolvimento de estagiários, programas de trainees e liderança de jovens talentos. 

Em sua segunda fase de vida, se destaca como Key Note Speaker internacional, é escritor do livro "É possível se reinventar e integrar vida pessoal e profissional" e dedica-se ao desenvolvimento de pessoas através de ferramentas eficazes para gerar a transformação desejada para a pessoa e a organização em que está inserida.  

Ler conteúdo completo
Indicados para você