[ editar artigo]

5 dicas práticas para demandar tarefas sem parecer um ditador

5 dicas práticas para demandar tarefas sem parecer um ditador

Rodrigo Shyton, Líder da Gestão no Grupo Gaia, mostra como delegar tarefas urgentes sem parecer “chefe mandão”. 

 

Delegar tarefas costuma ser uma atividade frequente na rotina de um líder, e não é para menos, esta atividade tem o poder de melhorar a produtividade geral da equipe, desenvolver os integrantes e dinamizar as atividades do dia a dia.

Mas e quando a atividade delegada precisa ser entregue com urgência? Para o dia seguinte digamos, ou mesmo para o próprio dia? E se essas demandas precisam ser delegadas a mesma pessoa em momentos diferentes do dia? Qual é a melhor forma de delegar sem parecer aquele “chefe mandão” que apenas repassa atividades e acaba sobrecarregando e desmotivando o liderado?

Tenho 5 dicas práticas que evitam o efeito do “chefe mandão” e todo o prejuízo que causa aos liderados e equipe. Vamos a elas!

 

1 – Evite palavras na primeira pessoa do singular, tire o “eu” da jogada

Frases como “Preciso que essa tarefa seja feita hoje”, “Preciso que o relatório seja enviado até amanhã” não são as melhores formas para delegar uma atividade. Lembre-se que a necessidade não é de fato sua, elas fazem parte do trabalho da área, que contribuem para o propósito da companhia, algo maior no qual tanto você quanto seu liderado fazem parte. Logo, tente retirar o “eu” dessas demandas, procure utilizar palavras na primeira pessoa do plural, elas passam a ideia de que é uma atividade necessária para todos e também gera a sensação de grupo e pertencimento. “Precisamos que esta tarefa seja feita com X prazo”, “Precisamos desses dados para enviar ao cliente”, e por aí vai.

2 – Explique o motivo pelo qual a demanda é urgente e o contexto geral da atividade

Entendendo o real motivo da urgência e o contexto da demanda, o liderado conseguirá assimilar melhor o quão importante aquela atividade é e por que precisa ser feita de forma rápida. Além disso, a pessoa demandada poderá, entendendo o contexto geral da atividade, propor novas maneiras de concluí-la, a partir de suas experiências e ponto de vista, tornando a solução muitas vezes mais prática.

3 – Coloque-se à disposição para ajudar, se necessário

Sempre que demandar algo urgente, coloque-se a disposição para ajudar caso o liderado tenha alguma dificuldade, afinal, retirar as pedras do caminho para que os liderados avancem faz parte da rotina de um líder. “Precisamos enviar esse relatório para o cliente até amanhã, é o prazo final para que a contabilidade dele feche os balanços, se precisar de algo me avisa que olhamos juntos, tudo bem?”.

4 – Empodere a pessoa demandada

Agora que o liderado compreende a urgência da tarefa, o contexto geral dela e sabe que você estará lá caso apareça alguma dificuldade no caminho e que a necessidade não é de fato sua mas da companhia, empodere o liderado para a conclusão da tarefa. Palavras que remetem a liderança e confiança ajudam bastante. “Você lidera esse assunto?”, “Você toma a frente pra que isso aconteça?”, “Coordena isso?”.

5 –Dica bônus: realize daily meetings com seu time

São reuniões diárias que devem acontecer antes da equipe iniciar suas rotinas, cada integrante fala quais são suas prioridades para o dia, algo que dura cerca de 1 minuto por pessoa. Essa reunião rápida te ajudará a identificar a pessoa que conseguirá auxiliar melhor em caso de uma demanda urgente sem que fique sobrecarregada com as demandas que já possui.

 


Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre liderança:

Será que não está na hora do ESG virar ESGD e considerar Diversidade também?, por Dani Botaro, Head de Diversidade e Inclusão da Oracle América Latina.

 

Você sofre de "paralisia por análise"?, por Kiko Kislansky, co-fundador da Euzaria Moda Consciente

 

 

Líder Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você