A comunidade está de cara nova!
Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Como condicionar o seu cérebro a ser mais feliz

Como condicionar o seu cérebro a ser mais feliz
João Paulo Pacifico
ago. 11 - 3 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

O que a ciência fala sobre gratidão? E como isso pode ajudar líderes? João Paulo Pacifico, CEO do Grupo Gaia explica como a prática da Gratidão faz bem e pode ajudar a ser mais feliz.

 

Neste artigo vou falar sobre algo super simples, que nos últimos anos a ciência descobriu que pode mudar a sua vida… e mais… que você pode condicionar o seu cérebro!!!

No final, um vídeo de 51 segundos e um link para um exercício que vai comprovadamente te fazer mais feliz!!!

Aproveite ;-)

Você já pensou que sempre, na sua vida você precisou de alguém???

Desde os pais, passando pelos professoreslíderesamigosclientes, sempre precisaremos de outras pessoas para a nossa sobrevivência.

Entretanto, muitas vezes o reconhecimento não faz parte de nossa cultura e o egocentrismo nos leva a achar que somos os únicos responsáveis pelas nossas conquistas.

Somos os maiores responsáveis por tudo o que acontece conosco, mas não os únicos!!!

Ao termos ciência disso, desenvolvemos a GRATIDÃO.

 

"A Gratidão é o sentimento ou reconhecimento do benefício que alguém lhe fez ou fará.”

 

Mas o que a ciência diz sobre isso???

I. Em um experimento feito por Emmons & McCullough (2003) o grupo que fez o Jornal da Gratidão apresentou as seguintes vantagens em relação aos demais: 

  1. praticaram mais exercícios; 
  2. tiveram menos problemas físicos; 
  3. sentiram-se melhores em relação à sua vida e 
  4. ficaram mais otimistas sobre a semana seguinte. 

 

II. Em uma pesquisa feita com um grupo de enfermeiras da Cleveland Clinic, a maior reclamação das enfermeiras era a falta de reconhecimento dos cirurgiões. 

Em seguida os pesquisadores foram entender a visão dos médicos e eles disseram a mesma coisa... mas em relação à direção do hospital.

PERGUNTA: Já percebeu que uma das maiores reclamações das pessoas que pedem demissão é a falta de reconhecimento???

 

III. Crianças que praticam a gratidão têm mais atitudes positivas na escola e com suas famílias (Froh, Sefick, & Emmons, 2008). Bora fazer crianças mais gratas!

Por ser uma virtude, a Gratidão exige alguma disciplina mental, pois, em certos momentos, é contra a nossa tendência natural, como disse o psicólogo americano Rick Hanson:

 

“Nossa mente é como velcro para as informações negativas e teflon para as positivas” ~ Rick Hanson

 

A boa notícia

A notícia boa é que assim como outros hábitos, é possível desenvolver essa virtude.  

Então, se você não sabe se é grato, não se considera muito grato e/ou quer ser mais grato, tenha certeza que isso pode mudar!

Abaixo o vídeo de 51 segundos explicando o exercício:

 

Comece hoje a fazer o seu Jornal da Gratidão.

 

"A gratidão não é somente a maior das virtudes, mas a mãe de todas as outras” ~ Cícero

 

Termino esse artigo com a mais profunda gratidão por ter lido e desejando que você desenvolva essa virtude, pois certamente será ainda mais feliz!!!

abraços,

João Paulo Pacifico

Fontes:

  • Onda Azul
  • O Jeito Harvard de Ser Feliz, Shawn Achor
  • Gratitude Works! A 21-Day Program for Creating Emotional Prosperity, Robert Emmons
  • Emmons & McCullough, 2003
  • Froh, Sefick, & Emmons, 2008

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre Liderança:

Autogestão: o que é, e quais os benefícios?, por Flora Victoria, fundadora do SBCoaching.

Você conhece seus principais talentos?, por Kiko Kislansky, fundador da Cazulo. 


Denunciar publicação
0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você