Líder Academy
Líder Academy
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Dia Internacional da Felicidade: o que você pode fazer para ser mais feliz?

Dia Internacional da Felicidade: o que você pode fazer para ser mais feliz?
Eliana Pinto
mar. 20 - 5 min de leitura
020


É interessante observar como o tema de bem-estar e felicidade ganhou foco na última década em escala global.

Em 2012 a Organizaçãodas Nações Unidas (ONU) realizou uma reunião sobre o tema “Felicidade e Bem-Estar: Definindo um Novo Paradigma Econômico” e instituiu o dia 20 de março como o Dia Internacional da Felicidade, reconhecendo a relevância do bem-estar e da felicidade como metas globais e a importância de incluir esta visão nas políticas públicas.

A inspiração veio do Butão, que implementou o “índice de felicidade”, também conhecido como Felicidade Interna Bruta (FIB), de forma a complementar a visão trazida pelo Produto Interno Bruto (PIB).

Desde então, mais pessoas passaram a acreditar que o sucesso dos países deve ser julgado pela felicidade da população e várias nações passaram a participar da pesquisa anual que mede o índice de felicidade da população, cujo relatório é divulgado no dia 20 de março de cada ano.

Além disso, em 2015 a ONU publicou os 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS), incluindo Saúde e Bem-estar, com ações e metas a serem implementadas até 2030.

 

E no nível individual, o que cada um de nós pode fazer para aumentar o nível de bem-estar e felicidade?

Veja a seguir algumas dicas de hábitos diários que você pode inserir na sua rotina, afinal, felicidade se cultiva em pequenas ações todos os dias, e observe como se sente ao longo da jornada.


Descubra e desenvolva suas habilidades.

  • O que você gosta de fazer e faz bem? Reflita sobre isso, pergunte para um amigo que habilidades ele enxerga em você.
  • Desenvolva ainda mais as suas habilidades, estudando e praticando mais, por exemplo.
  • Descubra maneiras de exercer suas habilidades nas atividades diárias e abra espaço na sua agenda para dedicar-se à elas.

Pratique a gratidão

  • Ao final de cada dia, anote pelo menos 3 coisas boas que aconteceram. Faça isso diariamente e procure não repetir os exemplos.
  • Lembre de uma pessoa que te ajudou recentemente e você não agradeceu de forma adequada. Escreva uma carta de gratidão para ela e entregue pessoalmente, se possível.

Cuide dos seus relacionamentos

  • Socialize, planeje fazer coisas junto com pessoas que você gosta.
  • Pratique escuta ativa e empatia. Faça perguntas exploratórias com curiosidade.
  • Abrace mais.
  • Seja gentil e diga o que você aprecia no outro.
  • Equilibre a relação de dependência e autonomia.

Encontre significado no que faz

  • Procure perceber como você se conecta com as outras pessoas, com o planeta e o universo. Qual a dinâmica dessas relações e o que isso significa para você?
  • Por que você faz o que faz?
  • Como seu trabalho impacta você mesmo, as outras pessoas e o ambiente?

Seja generoso

  • Seja generoso, especialmente com você mesmo. Conteste a voz interna autocrítica, permita-se ser imperfeito, reconheça sua evolução, mesmo as pequenas.
  • Faça um ato de bondade para pessoas que você não conhece e não verá novamente, ou seja, para pessoas que não poderão retribuir o seu gesto.

Busque realização

  • Tenha objetivos e metas para alcançá-los.
  • Crie uma rotina para realizar as atividades que te levem ao resultado desejado, monitore seu avanço, ajuste o plano quando necessário e comemore!

Cuide da sua saúde física e mental

  • Alimente-se de forma saudável: prefira alimentos naturais e orgânicos.
  • Faça atividade física: movimente-se pelo menos por 20 minutos por dia. Descubra algo que você goste de fazer, talvez junto com amigos.
  • Faça pausas para recuperação do foco e da energia. Pausas pequenas: ao longo do dia e longe de telas; médias: boa noite de sono e finais de semana; longas: férias e feriados.
  • Medite: faça pequenas pausas para respirar profunda e pausadamente e para prestar atenção na sua respiração. Conecte-se com o momento presente.
  • Entenda que as emoções são mensageiras: o que elas estão te dizendo? que necessidades estão associadas à situação vivida? 
  • Procure focar no que você tem controle. Melhore a qualidade do que você pensa, estando atento aos pensamentos e contestando-os, desta forma o que você sente e faz como consequência, tende a trazer melhores resultados.
  • Procure ajuda profissional, sempre que necessário (piscoterapeuta, personal trainer, nutricionista etc.).

Pratique o bom humor

  • Faça coisas e esteja perto de pessoas que te façam sorrir.
  • Assista vídeos engraçados com um amigo.
  • Procure o lado engraçado de situações difíceis pelas quais você passou.
  • Leve a vida com mais leveza. Ria de si mesmo.

 

Alguns dos benefícios comprovados pela ciência que essas atividades nos trazem são:

  • Emoções positivas
  • Satisfação com a vida
  • Otimismo
  • Longevidade
  • Menos ansiedade e depressão
  • Realização
  • Melhor gerenciamento do estresse
  • Relacionamentos positivos
  • Melhor saúde física e mental
  • Autoestima mais alta

Ser feliz dá trabalho, mas vale muito à pena!


Quais desses hábitos você já pratica? Que resultados você obtém?

Quais você gostaria de inserir na sua rotina?



Denunciar publicação
    020

    Indicados para você