[ editar artigo]

Errar é humano e faz bem!

Errar é humano e faz bem!

Errar é humano, mas você aprende com seus erros? Fredy Machado, Especialista em Liderança Autêntica, fala sobre a coragem de enfrentar os erros. 

 

Quantos de vocês já ouviram a frase “errar é humano”? Muitos, né? Mas não tenho dúvidas que algumas vezes veio com um tom de ironia mortal, aquele que fere. Eu mesmo errei por diversas vezes na minha vida e aprendi muito com os erros, entendo que errar é mesmo humano, mas aprender com os erros é essencial

Criamos mitos dentro de nós que fazem muito mal e um deles é esta busca incessante pelo acerto em tudo, do perfeccionismo. Isso mostra uma incapacidade enorme de demonstrar um sentimento cada dia mais valorizado entre os líderes autênticos, a vulnerabilidade.

Trago uma definição da escritora Brené Brown sobre vulnerabilidade para embasar nosso papo aqui:

 

 “Vulnerabilidade não é conhecer vitória ou derrota; é compreender a necessidade de ambas, é se envolver, se entregar por inteiro, é ter a coragem de enfrentar que todos somos imperfeitos”. 

 

Confesso que na minha vida errei muito e só comecei a ser mais integro comigo mesmo quando deixei esses erros ficarem claros, não os escondi e nem tive vergonha de tratá-los. Mas digo uma coisa, amigos, vivenciei em minhas empresas e fico muito assustado quando ainda vejo uma coisa muito interessante acontecer no mundo corporativo, a caça pelo “errador”.

Sim, eu costumava brincar com o seguinte: tínhamos reuniões intermináveis e muitas vezes improdutivas para achar essa pessoa aí. Ao invés de focarmos no problema, encontrarmos a solução para o bicho, não. Queríamos era mesmo achar o culpado. Apelidei de metodologia de solução de problemas estruturados da empresa XYZ, achamos o “errador", problema resolvido!

Isso é algo muito distante da realidade de vocês?

 

Quanto tempo perdermos buscando o culpado ao invés de debruçarmos sobre o problema e efetivamente resolvê-lo?

 

Como eu não acredito em separação entre vida pessoal e profissional, isso serve para tudo em nossas vidas, qualquer situação.

O que impede de termos coragem de arriscar, errar e aprender é a vergonha que temos em cometer erros, viraremos piadas né? Vocês sabiam que 37% da força de trabalho nos EUA já sofreu bullying no trabalho? E para piorar, sabia que 52,5% das vezes os trabalhadores disseram que os chefes presenciaram e nada fizeram? Pesquisa realizada pela Workplace Bullying Institute em 2019, agora imagina isso para sua realidade, você já sofreu o bullying do errador? 

Muitas das inovações disruptivas do século 21 aconteceram por um erro de alguém que encontrou um outro alguém que valorizou este erro, foi a fundo para estudar mais e chegou a uma inovação que utilizamos no nosso dia a dia. Muitos relacionamentos nasceram de um erro ou se fortaleceram ainda mais após a análise profunda do fato e a coragem de assumir, reconhecer, tomar consciência e se comprometer a nunca mais fazê-lo.

O sofrimento causado por um erro pode trazer um sofrimento prolongado que se torna ainda pior se não o enfrentarmos. Ainda mais quando fazemos isso com crianças que são repetidamente repreendidas por muitas vezes estarem apenas utilizando sua criatividade, beira a crueldade. 

Contudo, não estou aqui fazendo uma apologia ao erro, mas tentando chamar você, leitor, para esta reflexão de que às vezes é necessário errar para tomarmos consciência de alguma coisa e com isso aprender que existem muitas formas de fazer. Como disse Meyerson em uma passagem trazida à luz da consciência pelo meu mestre Luciano Alves Meira em suas reflexões: “A razão tem um único meio de explicar o que não vem dela; reduzi-lo ao nada”. 

Portanto, convido você a fazer uma reflexão sobre seus erros com a coragem de enfrentá-los e trazê-los luz da sua sabedoria e consciência para que com isso você se torne um ser humano íntegro e autêntico que nunca terá medo de errar, mas irá sempre os reconhecer como um salto para uma elevação da sua existência aqui nesta terra.

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre Liderança:

Como lidar com o erro?, por João Pacifico, CEO do Grupo Gaia. 
3 passos para desenvolver um novo relacionamento com seus erros, por Hiago Martins, Psicólogo e Mobilizador de boas relações da Gaia+.

 


Fredy Machado tem mais de 6 anos de estudos em Liderança pela Harvard Business School, formado em Administração de Empresas com MBA no Brasil e exterior e com vivência de mais de 25 anos como Executivo C Level, Empreendedor e Conselheiro em empresas no Brasil e exterior. 

Especialista em Liderança Autêntica, já liderou mais de 8000 pessoas e possui prêmios em seus programas de desenvolvimento de estagiários, programas de trainees e liderança de jovens talentos. 

Em sua segunda fase de vida, se destaca como Key Note Speaker internacional, é escritor do livro "É possível se reinventar e integrar vida pessoal e profissional" e dedica-se ao desenvolvimento de pessoas através de ferramentas eficazes para gerar a transformação desejada para a pessoa e a organização em que está inserida.   

  

Ler conteúdo completo
Indicados para você