[ editar artigo]

Líder, tire esse peso das suas costas, você não precisa ter todas as respostas!

Líder, tire esse peso das suas costas, você não precisa ter todas as respostas!

Tenho refletido bastante sobre vários aspectos da liderança. Competências, habilidades, tendências e, definitivamente, não existe uma única fórmula mágica que funcione para todos os líderes, equipes e empresas. Mas há, sim, um talento que considero imprescindível para todo aquele que está à frente de um time: ser humano.

Nenhum de nós (ninguém, mesmo) está sequer perto da perfeição. Não temos as respostas para todas as questões, soluções para todos os problemas. E crescemos sufocados pela ilusão de que, para dar bons exemplos, é preciso ser impecável o tempo todo. Eu vivi essa cena algumas vezes: "Pai, tirei 9 na prova de matemática." E o pai respondia: "Por que não tirou 10, filha?".  Acredito que muitos de nós ouvimos isso quando crianças, não?

Hoje tenho clareza que foi uma brincadeira, um tipo de incentivo para que eu avançasse um pouco mais. Mas, essa frase pesou. Pesou no passado e ainda pesa hoje em dia, mesmo que de forma inconsciente.

Pesa àquele que tenta ser perfeito, implacável, nota 10 em todos os papéis que desempenha na vida, incluindo o de líder. E pesa muito também (talvez ainda mais) a quem está ali, ao lado, comprometido, mas no caminho do aprendizado, sedento por construir uma carreira de sucesso.

É por isso que hoje eu queria dizer a você, líder, que você não precisa ter sempre todas as respostas!

É preciso normalizar o “não sei, vou pesquisar”, ou “não sei, o que você faria no meu lugar?”, ou “não sei, nunca pensei sob essa perspectiva”. Mostrar vulnerabilidade não nos enfraquece. Pelo contrário, nos humaniza. Nós não sabemos de tudo, o tempo todo, e ESTÁ TUDO BEM.

A fragilidade, a vulnerabilidade, o “não saber”, o se permitir errar... Tudo isso humaniza as relações e as torna, portanto, mais verdadeiras. Somos pessoas reais. O “ser humano” coloca todos nós na mesma categoria. Ao final do dia, temos todos a mesma essência e buscamos basicamente as mesmas coisas: ser reconhecidos, amados, admirados.

E ao admitir nossas limitações, geramos identificação, empatia, ficamos mais próximos com aqueles que caminham ao nosso lado e esse é um ponto de virada muito importante na relação entre o líder e equipe.

O que mais um líder pode querer do que uma relação de confiança, pautada pela transparência e lealdade com o seu time?

Isso só será possível depois que você aprender a admitir o que NÃO SABE, para além de compartilhar tudo o que sabe. Tire esse peso das suas costas e traga seu time mais para perto.

E da próxima vez que for falar de si, não dê espaço apenas aos aspectos positivos (que existem, e certamente não são poucos!). Ao contar a sua história, conte também de seus tropeços. Você verá o quanto compartilhar não só as glórias mas, também as dores, ajuda os outros em seus processos de evolução.

Menos ego e mais amor na liderança, por favor! Tanto para você mesmo quanto para aqueles que compartilham o dia de trabalho com você!

Líder Academy
Beth Gossi
Beth Gossi Seguir

Sou mentora de carreira e a minha missão é destravar as potencialidades humanas para que você alcance seus objetivos corporativos ou pessoais.

Ler conteúdo completo
Indicados para você