[ editar artigo]

Liderança em 2021? Há algo de novo?

Liderança em 2021? Há algo de novo?

Líder ideal existe? Miguel Nisembaum, Diretor da Mapa de Talentos, fala sobre competências de liderança e destaca que nem todas serão necessárias para você como líder. Confira!

 

Discussões sobre liderança e as competências que um líder precisa são temas que todo ano vemos em livros, palestras, postagens etc.

Infelizmente, há provas contundentes de que a infinidade de serviços, livros, artigos, seminários, conferências e palestras do tipo TED, com o propósito de ter as respostas sobre liderança - uma indústria global estimada em mais de 50 bilhões de dólares - estão produzindo resultados decepcionantes.

E sempre aparecem as recomendações das próximas 12 competências que os líderes precisarão desenvolver. E dificilmente os líderes possuem todas as recomendadas.

Aqui já cabe uma primeira reflexão:

 

Nem todos serão competentes em tudo, nem todas as competências serão necessárias para você como líder.

 

Dependendo do desafio que você tem, algumas serão mais relevantes que outras.

A segunda reflexão nos leva a abordagem tradicional de identificar o gap, o que não temos.

Concentramos energia nos pontos fracos ao invés de aproveitar o que temos de melhor e nos complementar com outros líderes ou membros da equipe.

As tentativas de desenvolver um líder ideal, definir o perfil dos bem sucedidos sempre levou à frustrações, estereótipos, e tratar o tema de forma leviana.

Uma equipe do MIT em 2010 formada por Deborah AnconaThomas W. MaloneWanda J. Orlikowski, e Peter M. Senge publicaram um artigo na Harvard Business Review “In Praise of the Incomplete Leader " ou “Em louvor ao líder incompleto”.

Após pesquisar mais de 1500 líderes empresariais chegaram a uma brilhante conclusão: o líder completo não existe.

Nesse estudo foram identificadas 4 principais capacidades nos líderes e concluíram que dificilmente uma mesma pessoa consegue reunir as 4.

Os líderes “incompletos” podem ter prioritariamente duas destas principais quatro capacidades identificadas.

As quatro capacidades identificadas:

  • Visão(criar uma imagem convincente e desejada do futuro);
  • Inovação (desenvolver novas formas de alcançar essa visão).
  • Contextualização (compreender o terreno em que uma empresa e as suas pessoas operam);
  • Relacionamentos (construir relações dentro e entre organizações);

Se pensarmos em alguns líderes empresariais bem conhecidos por todos, por exemplo Steve Jobs e Wosniak...

Steve, Visão e Inovação.

Wosniak, Contextualização e Relacionamento.

O que os fazia especialmente bem sucedidos? A capacidade de se complementar e aproveitar os talentos de cada um para um objetivo comum.

Alguns exemplos.

Hoje, mais do que nunca, trabalhando horizontalmente e em rede, se faz necessária a complementação e colaboração.

Em janeiro 2020 outra equipe do MIT apresentou um estudo apontando quais deverão ser os comportamentos de liderança necessários a transformação digital.

The New Leadership Playbook for the Digital Age ou O novo livro de liderança para a era digital. Reimaginando o que é necessário para liderar.

Os autores: Douglas A. Ready, Carol Cohen, David Kiron, and Benjamin Pring

E com muita inteligência, evitaram falar das “12 competências da transformação digital”!!!!

Nesse artigo afirmam que além da necessidade de incorporar habilidades digitais, certos comportamentos das lideranças e certas normas culturais que funcionaram no passado, hoje precisam ser revistos.

Grandes equipes de liderança prestam atenção em cultivar não apenas as competências do líder e os conjuntos de habilidades necessários para liderar, mas também as mentalidades necessárias para construir comunidades de líderes autênticos e apaixonados.

Essas equipes não reorganizam simplesmente o relacionamento entre líderes e seguidores; eles liberam os talentos de cada pessoa para cultivar comunidades de líderes.

Eles buscaram responder uma serie de perguntas.

Quais novos comportamentos de liderança emergentes precisam ser adotados para que as empresas prosperem na economia digital?

Como esses comportamentos se combinam com os atributos que simplesmente funcionam, não importa a época, as circunstâncias ou as considerações culturais?

O estudo se concentrou nestas 3 questões.

  • Quais comportamentos de liderança eram considerados eficazes em sua organização no passado, mas agora são considerados prejudiciais e por quê?
  • Que comportamentos podem ter passado despercebidos até cinco anos atrás, mas agora são considerados altamente importantes para que um líder seja considerado eficaz e por quê?
  • Quais comportamentos ou atributos de liderança sempre foram considerados importantes para sua organização, ainda são importantes hoje e serão importantes para sempre, e por quê?

O resultado do estudo foi classificado em 3 tipos de comportamentos.

  • Comportamentos que perderam valor (eroding).
  • Comportamentos que seguem valorizados (enduring).
  • Comportamentos que ganham valor (emerging).

Comportamentos que perderam valor (eroding).

  • Comando e controle. Gestão top-down.
  • A tomada de decisões deve ser mais distribuída para que cada pessoa sinta que é sua responsabilidade liderar.

Comportamentos que seguem valorizados(enduring).

  • Ética, confiança e integridade
  • No mundo digital, coisas como confiança e integridade se tornam ainda mais importantes.

Comportamentos que ganham valor (emerging).

  • Habilidades digitais.
  • A crescente importância da capacidade de colaboração para atingir excelência operacional.

E nós costumamos afirmar que colaboração é tecnologia mais disruptiva que existe. Enquanto não consigamos aproveitar os pontos fortes de cada um num clima de confiança e segurança psicológica, ela não acontece!!

Em suma, os comportamentos foram classificados seguindo estes critérios:

  • Os que promovem mudanças.
  • Os que contribuem a consolidá-las
  • Os que as freiam.

Ao invés de ficar preocupado por não possuir as 12 competências que alguém diz serão necessárias em 2025, que tal verificar quais destes comportamentos você e sua equipe estão praticando hoje, quais precisam desenvolver e as mudanças e planos de ação que os ajudem a construir o futuro que desejam?

Boa viagem!!!

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre liderança:

Força das equipes: Como transformar quem se acha "o bom"​ em um ser humano melhor! por João Paulo Pacifico, CEO do Grupo Gaia.
Segurança Psicológica: a chave para uma equipe de alto desempenho, por Tábata Lopes, Consultora Organizacional

 

 

Líder Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você