A comunidade está de cara nova!
Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

LIDERANDO TRABALHO EM EQUIPE

LIDERANDO TRABALHO EM EQUIPE
Tânia Lima
ago. 8 - 3 min de leitura
3 Curtidas
0 Comentários
0

LIDERANDO TRABALHO EM EQUIPE

Nas minhas experiências profissionais, uma das soft skills mais difíceis e procuradas é a habilidade de trabalho em equipe. Para desenvolver essa competência é necessário, empatia e colaboração. Existem dados que confirmam essa impressão: “para 72% das mais de 500 empresas ouvidas pela Catho no Guia Tendências de RH 2021, a capacidade de trabalhar em equipe é a habilidade mais valorizada neste ano”. 

O fato é que, se para o colaborador não é fácil, imagine para o líder que precisa inspirar e motivar o trabalho em equipe!

Com certeza, o líder deve olhar para sua equipe e buscar desenvolver esta soft skill de forma individual, até mesmo porque envolve crenças limitantes, capacidade de relacionar-se com o outro, respeito, entre outros. 

Existem várias ferramentas e profissionais experientes para atuar junto ao líder neste momento, caso ele sinta dificuldade de fazer a gestão da sua equipe, principalmente neste quesito. Uma das ferramentas é a Análise de Perfil Comportamental que aplicada junto ao colaborador pode conduzir melhor as relações. E um dos profissionais que pode apoiar o líder é o coach, pois possui habilidades para desenvolver um programa voltado à trabalhar as relações no ambiente de trabalho.

O papel do líder em administrar e extrair da equipe o seu melhor, alcançando resultados exponenciais para a organização, é fundamental. Todo líder precisa estar atento às suas próprias limitações e trabalhar seu autodesenvolvimento,  além de motivar a sua equipe a fazer o mesmo. Uma liderança humanizada entende a importância de promover essas interações e criar um ambiente favorável ao bom desempenho profissional. 

Entre várias adversidades que o líder pode enfrentar, destaco duas que considero de maior dano para o trabalho em equipe: a falta de uma boa comunicação e a falta de comprometimento. Na primeira, o trabalho em equipe se torna quase impossível; existem vários meios de aperfeiçoar a comunicação interna, dentre eles, trabalhar os ruídos e promover uma comunicação mais dialogada. Na segunda, o desempenho de todos é muito comprometido; buscar entender os objetivos pessoais do colaborador, se realmente estão alinhados ao da organização, ajustar se for o caso ou, no último caso, abrir mão do colaborador pelo bem de todos.

Concluo trazendo uma frase de um dos grandes líderes mundiais:

“Se o povo não pode confiar em seu governo para fazer o trabalho para o qual ele existe – proteger a população e promover o seu bem-estar – tudo está perdido". Barack Obama.

Não adianta ter um líder que não cause nas pessoas o senso de humanidade, e o maior deles está em olhar para o outro.


Denunciar publicação
3 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você