[ editar artigo]

Teoria do Queijo Suíço - Como é possível melhorar processos e acertar mais?

Teoria do Queijo Suíço - Como é possível melhorar processos e acertar mais?

Como a ideia por trás de um queijo suíço pode te ajudar a melhorar processos e erros no ambiente de trabalho? Dr. Fabiano Moulin, Médico Neurologista da Unifesp, nos ajuda a entender um pouco mais sobre essa teoria.

 

O que impede as pessoas de inovarem no trabalho?
Talvez o medo de errar?  Ou as consequências que os erros podem ter em suas carreiras?

E se as empresas mudassem a forma como elas lidam com os erros e melhorassem seus processos para que riscos sejam minimizados, você arriscaria mais? 

Dr. Fabiano Moulin mostra como a Teoria do Queijo Suíço, muito usada na área médica, pode ajudar. 

 

O que é a teoria do queijo suíço?

Criada por James T. Reason, pesquisador da Universidade de Manchester, Reino Unido, a teoria é um modelo de análise de risco. Ele usou a ideia de fatias de queijo suíço para exemplificar etapas de sistemas complexos. Cada etapa funciona como uma barreira para erros. Elas possuem falhas aleatórias, assim como furos de um queijo suíço. O perigo acontece quando de alguma forma esses “furos” se alinham e o risco “passa”.

LEGENDA: Exemplo de quando diferentes etapas na empresa possuem um mesmo ponto frágil, correndo o risco de um erro passar por todas eles sem ser identificado. Fonte: Blog da Qualidade  -Modelo Queijo Suíço para analisar riscos e falhas, por Monise Carla.Exemplo de quando diferentes etapas na empresa possuem um mesmo ponto frágil, correndo o risco de um erro passar por todos eles sem ser identificado. Fonte: Blog da Qualidade  - Modelo Queijo Suíço para analisar riscos e falhas, por Monise Carla. 

 

Como essa teoria pode ajudar a evitar falhas nas empresas?

Imagine cada área de uma empresa como uma fatia de queijo suíço. “Se você tiver etapas com buracos diferentes, cada etapa impede o problema de ir pra frente, mesmo que elas tenham buracos, eles são geograficamente diferentes”, explica Dr. Fabiano Moulin. “O problema é ter muitos buracos e/ou estarem alinhados. Mas se a cada erro a instituição reavaliar todo o processo, fica menos provável de coincidir o mesmo buraco na próxima vez”. 

Múltiplos fatores podem estar envolvidos em uma falha no ambiente de trabalho, por isso é importante que líderes levem em consideração “todas as fatias” desse processo.

 

“A ideia é que se o erro final tem etapas anteriores nem sempre dependentes da pessoa, mas da instituição ou da cultura, apontar o dedo para quem está na parte final como se fosse o único culpado é o oposto do necessário”, afirma Moulin.

 

Isso vai evitar todos os erros no ambiente de trabalho? Não! 

“A ideia não é acertar sempre, mas errar menos. Isso se chama método científico. Até porque errar faz parte do processo!”, explica o Médico Neurologista.

 Falhas caminham junto com a evolução das empresas e podem ser “melhor aproveitadas” como parte do processo de inovação. Como no exemplo da startup que, no lugar de demitir um funcionário que cometeu um erro, aplaudiu sua coragem de falar e resolver o problema.  Hoje ele ocupa uma posição de liderança dentro da empresa. 

Erros não vão desaparecer da vida das pessoas e das empresas, mas ao entender e melhorar processos, amplia-se a segurança das pessoas envolvidas e abre-se caminhos para novas ideias. Sem medo de arriscar. E o Dr. Moulin completa:

 

“Medo do erro é o medo de ser sua melhor versão.”. 

 

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre Liderança:

Como lidar com o erro?, por João Pacifico, CEO do Grupo Gaia. 
3 passos para desenvolver um novo relacionamento com seus erros, por Hiago Martins, Psicólogo e Mobilizador de boas relações da Gaia+.

 


Jéssica Amorim, jornalista que trabalha no Grupo Gaia, é curadora da Líder Academy, apaixonada por bons conteúdos que podem impactar as pessoas. Por isso, compartilha por aqui conceitos e experiências que aprende por aí.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Líder Academy
Jéssica Amorim
Jéssica Amorim Seguir

Jornalista| Produção de conteúdo| Gestão de mídias sociais.

Ler conteúdo completo
Indicados para você