[ editar artigo]

“Você precisa ser alguém na vida!”

“Você precisa ser alguém na vida!”

O que é vencer na vida? Kiko Kislansky, co-fundador da Euzaria Moda Consciente e da Cazulo Consultoria de Negócios com Propósito,  fala sobre realização pessoal, trabalho e felicidade. 

 

Quem nunca ouviu uma frase como essa? “Você precisa ser alguém na vida”. Outra afirmação clássica é: “Você precisa vencer na vida”. Mas o que é “vencer” na vida pra você? Provavelmente, poucas pessoas te perguntaram isso ao longo da sua vida, embora muitos tenham te falado para vencer na vida.

Durante nossa trajetória de evolução, somos influenciados a chegar em um lugar misterioso chamado de “sucesso”. Mas que lugar é esse? O que sucesso representa pra você? O significado de sucesso é diferente pra cada um, mas geralmente não somos estimulados a compreender qual é o nosso verdadeiro significado de sucesso. 

Para alguns, sucesso é viver próximo à natureza, respirando ar puro e servindo à comunidade. Para outros, sucesso pode ser ter o carro do ano e viajar na primeira classe dos voos internacionais. É relativo. E não tem certo ou errado. Tem o que funciona pra cada um de nós. Mas existe, sim, um elemento que é indispensável para a felicidade autêntica: o senso de contribuição e legado. Quando percebemos que existe um sentido maior por trás de tudo que estamos realizando, a tendência é que nossos níveis de realização pessoal aumentem significativamente. 

Segundo Martin Seligman, considerado o pai da psicologia positiva (disciplina que estuda a felicidade), existem cinco fatores essenciais para a felicidade plena: emoções positivas, engajamento, relacionamentos positivos, significado e propósito e realizações.

 

Naturalmente, acabamos percebendo a vida como uma coisa e o trabalho como outra.

 

É como se viver fosse realmente uma realização paralela ao trabalho. É como se trabalho fosse o “fardo” e “vida” fosse a diversão. Possivelmente, você já ouviu alguém falar: “Preciso trabalhar para pagar as contas”. Você também já deve ter ouvido um pai ou mãe falar para seus filhos: “Estou indo trabalhar, suar, matar um leão por dia, para poder pagar o pão de cada dia.” Não há nada de errado com essa afirmação, cada um tem a sua realidade e contexto pessoal. A verdade é que não existe “vida profissional” e “vida pessoal”. Existe vida!

 

Não podemos fragmentar a vida. Precisamos compreender o trabalho como uma extensão de quem nós somos, uma forma de manifestar nossos talentos pro mundo e viver nossos valores mais profundos.    

 

Fico me perguntando sobre o que vou falar para os meus filhos quando eu for sair pro trabalho. Conclui que vou falar algo do tipo: papai está saindo para entregar seus talentos ao mundo, fazer uma diferença na vida das pessoas, tornar o mundo um pouco mais humano. Dessa forma, espero inspirá-los a perceber o trabalho não como um fardo, mas como uma forma de fazer a diferença

E você, como enxerga seu trabalho? Qual o significado que ele tem na sua vida? E como você pretende viver os próximos anos na sua profissão? Lembre-se que o sentido da vida é uma vida com sentido. Metade da sua vida desperto está no trabalho. Que tal fazer desta experiência uma forma construir seu legado?

Artigo publicado originalmente no jornal Correio.

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre Liderança:

Comunicação eficiente: a melhor forma de garantir a produtividade no trabalho, por Sofia Esteves, Fundadora do Grupo Cia de Talentos.

O líder do futuro, por Felipe Damm, Jurídico do Grupo Gaia. 

 

Líder Academy
Ler conteúdo completo
Indicados para você