[ editar artigo]

Você sabe (de verdade) o que significa ESG?

Você sabe (de verdade) o que significa ESG?

Marcelo Salvador Storti, fundador da Abissal Capitalismo Saudável, conta como a sustentabilidade pode ajudar a redefinir o Capitalismo.

 

A sigla em inglês ESG Enviromental, Social and Governance – e em português ASG – Ambiental, Social e Governança – é o termo de maior frescor que hoje circula no mundo dos negócios.

Significa que as questões Sociais e Ambientais estão contempladas na gestão, na Governança, na macro direção de uma empresa. Este termo define muito bem, talvez da forma mais clara que já utilizamos até hoje, o que de fato é sustentabilidade. Pois buscar impactos positivos é uma intervenção que surte efeito real quando envolvida a alta gestão.

Os contextos trabalhados com os stakeholders devem partir de um direcionamento da Diretoria, do Conselho, dos donos do negócio, dependendo da configuração, porte e cultura gerencial da empresa. 

Não dá ter um pensamento em torno da sustentabilidade se isso for acionado, instaurado ou praticado por um departamento, gerido por um pequeno grupo e atendendo a uma demanda específica, desvinculada da estratégia empresarial.  

Quando se trabalha ESG, trazendo para a Governança as questões Sociais e Ambientais, a empresa ganha condições de medir melhor, de focar em algo que seja coerente com sua atividade e com a vocação do negócio, conseguindo atender com eficácia a seus públicos.

Este novo termo não é uma reinvenção da sustentabilidade. É, sim, o entendimento mais claro em que chegamos, lapidado naturalmente com a experiência alcançada ao longo da história, com suas devidas arestas aparadas. 

 

Compreender que a sustentabilidade parte da gestão é uma conquista da nossa caminhada até aqui.

 

 É um ponto de maturidade alinhado com o mercado, com o grau de profissionalismo que este requer, falando a língua de bancos, instituições financeiras e fundos de investimento. 

Neste ponto em que chegamos é possível enxergar melhor tudo o que pode ser alcançado. Com a gestão das empresas considerando seus impactos no Plano Estratégico, o capitalismo será renovado por uma postura generalizada de se maximizarem os benefícios e se minimizarem os malefícios para as pessoas, para a economia e para planeta.  

A sigla ESG não só renova e esclarece o entendimento de sustentabilidade empresarial como o fomenta, atesta e promove, pois trazer as questões ambientais e sociais para a alta gestão da empresa é considerar, de fato, que os cuidados com estes contextos serão tratados no cerne do negócio.

ESG é a Sustentabilidade como sempre deveria ser.

 


Marcelo Salvador Storti é Publicitário, Especialista em Assessoria de Comunicação.  Fundador da agência de publicidade Orgânica Comunicações em 2002. Membro do Instituto Total. Fundador da Abissal Capitalismo Saudável em 2006. Autor do livro O Marketing da Verdade.

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você