[ editar artigo]

Quebre o ciclo... e comece um novo!

Quebre o ciclo... e comece um novo!

Quais ciclos você deseja romper? João Paulo Pacifico, CEO do Grupo Gaia, fala sobre os riscos de se repetir compartimentos destrutivos.

 

Em entrevista recente e bombástica para a apresentadora Oprah, o príncipe Harry (não sei mais se ainda é príncipe) contou sobre a forma como seu pai, o príncipe Charles, o tratava:

“Meu pai costumava me dizer quando eu era mais jovem, ... foi assim para mim, então vai ser assim para você".

E continuou, “Isso não faz sentido. Só porque você sofreu, isso não significa que seus filhos tenham que sofrer. Na verdade, muito pelo contrário. Se você sofreu, faça tudo que puder para ter certeza de que quaisquer experiências negativas que você teve,  você pode fazer diferente com os seus filhos".

 

No alt text provided for this image

 

Nos anos 90 os calouros passavam por vários trotes ao entrar na faculdade... alguns mais leves, mas muitos desmoralizantes. E por mais que eles sofressem ao passar pelo constrangimento, repetiam o mesmo comportamento destrutivo quando se tornavam veteranos.

Nem preciso dizer do seu chefe, que usa a pressão para que você produza... , sexta à noite te pede um relatório pra segunda e depois fica uma semana sem ver...

Mas se as pessoas não gostaram de “aprender na dor”, por que elas não quebram esse ciclo? 

Não seria o caso de fazer diferente?

Veja isso: Em um experimento psicológico muito interessante, uma pessoa chega na clínica e na sala de espera tem alguns atores (mas ela não sabe que são atores). 

Toda vez que toca uma campainha todos levantam e sentam... aos poucos os atores vão saindo e novos clientes vão chegando.... o engraçado é que em determinado momento não há mais atores e as pessoas continuam a se levantar e sentar a cada campainha tocada (sem terem a mínima ideia do porque fazem isso).

Se tiver 3 minutinhos assista esse experimento no vídeo abaixo:

 

 

Legal, né?

repetição de comportamentos pode ser importante em casos positivos, filhos por exemplo, ao serem gentis como os pais, mas muito ruim quando o exemplo é negativo.

Conclusões:

Não é porque você aprendeu na dor que outros têm que passar por isso... ok, você aprendeu, mas qual foi o custo emocional? Talvez você tenha grandes feridas que não consiga sequer enxergar... (pense nisso).

Reflita... que comportamentos negativos dos seus ex-chefes ou pais que você condenava mas agora faz da mesma forma???

Quando idealizei a Gaia, eu queria romper o ciclo egoísta e materialista do mercado financeiro. Muitas pessoas ainda não compreendem o motivo de termos valores como GratidãoGentileza e ou de ensinarmos o que é Compaixão para os Gaianos e Gaianas!

 

Não faz sentido termos Líderes nas empresas que “ensinam” pela dor. Quando aprendemos pelo "amor", ao invés de ônus, temos um bônus emocional.

 

Dizem que as pessoas mudam  por 3 C's

ConstrangimentoCoerência ou ConsciênciaEsse artigo tem o intuito de te ajudar a ter consciência...

Portanto, quebre o ciclo negativo e...

No alt text provided for this image

... comece um novo positivo!!! ❤️

Gratidão por ter dedicado seu tempo para ler esse artigo,

João

Artigo publicado originalmente na newsletter do LinkedIn

Ps1. Já são 74.721 assinantes nessa newsletter 🤗. Tô bem feliz! Se não assina ainda, clique aqui para receber por e-mail os artigos que escrevo.

Ps2. Adoro ler os comentários. Se tiver algo a dizer (concordando ou não), comente. Se achar que o artigo será bom para alguém, compartilhe.

Ps3. "Líder tóxicos, você conta ou eu conto", clique aqui para ler esse artigo que escrevi aqui na Líder Academy.

Ps4. Esse artigo contou com a revisão e apoio da Gaiana Priscila Navarro, gratidão, Pitty!

Ps5. #ForaBolsonaro

 

Você tem uma experiência sobre esse assunto e quer compartilhar com outros líderes? Clique aqui e escreva seu artigo!

Ou se inspire com esses outros artigos incríveis sobre Liderança:

A arte de dar e receber feedback, pela jornalista Samantha Leal.

Por que conhecer suas forças e as do seu time pode te tornar um líder melhor?, por Daniel Mendes, Consultor de Desenvolvimento Comportamental. 

 

 

Líder Academy
João Paulo Pacifico
João Paulo Pacifico Seguir

curioso, otimista e ativista ;-)

Ler conteúdo completo
Indicados para você